quinta-feira, 20 de setembro de 2007

HISTÓRIA DA FERROVIA CONDE DE ARARUAMA – TRAJANO DE MORAES – SANTA MARIA MADALENA



Em 1878 a linha Conde de Araruama foi entregue até Conceição de Macabu, sendo estendida até Triunfo (Itapuã) e a Ventania (Trajano de Moraes) em 1879.


Em 1891 o engenheiro Ambrosino Gomes Calaça inaugurou um ramal ligando “Ventania a Santa Maria Madalena”. Logo após a inauguração a linha foi vendida para a Estrada de Ferro Santa Maria Madalena. 
A linha passou a ficar conhecida como “Conde de Araruama" – Santa Maria Madalena.
Em 1907 foi vendida para a Leopoldina.

  
O ramal “Conde de Araruama – Ventania” estava em pleno funcionamento.
A baldeação era feita na Estação Ferroviária de Trajano de Moraes, sendo em 1897 estendida até Manoel de Moraes – distrito de Santa Maria Madalena, já sob posse da Estrada de Ferro Leopoldina.

1940/1945: Visconde de Imbé - Benedito Castro - Chefe da Estação Ferroviária de Visconde de Imbé

 
1940/1960: Santa Maria Madalena - Estação Dr. Loreti

 1940/1960: Trajano de Moraes - Leitão da Cunha - Maria-Fumaça e Estação Ferroviária

1960: Trajano de Moraes - Funcionários da Estrada de Ferro Leopoldina
 1962: Trajano de Moraes - Locomotiva à Vapor


Em 1963 o trecho Triunfo – Manoel de Moraes foi suprimido.
 1963: Trajano de Moraes - Maria-Fumaça e Estação Ferroviária de Trajano de Moraes

Em 29 de março foi realizada a última viagem da Maria-Fumaça entre o trecho Trajano de Moraes – Conceição de Macabu.

 1963: Trajano de Moraes - Último Trem

Em 1967 a ferrovia estava limitada até Conceição de Macabu, funcionando até 1990 à serviço da Usina de Cana Victor Sense.


 1963/1970: Trajano de Moraes - Estação Feroviária

A partir desta época todos os trilhos foram arrancados. A Estação ferroviária de Trajano de Moraes foi demolida em nome do “progresso”, para dar lugar a um novo prédio com uma moderna arquitetura, destoando do contexto arquitetônico da sede do município. Hoje funciona o prédio do Banco Itaú – agência 261 – Trajano de Moraes.

 -------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------- 
 Fotos fornecida por:
- Acervo fotográfico Digital da Secretaria Municipal de Cultura – 2005
- AMAVI - Assoicação de Moradores e Amigos de Visconde de Imbé
- Mário Guimarães de Sá Barreto – Santa Maria Madalena

Fonte de pesquisa:
 - Estações Ferroviárias do Brasil – http://www.estacoesferroviarias.com.br
- http://pt.wikipédia.org

Pesquisa elaborada por: Ronaldo Montechiare
Data: quinta-feira, 20 de setembro de 2007

Projeto Pró-Memória Trajano de Moraes

3 comentários:

  1. meu nome e jean tenho 16 anos e acho que nao deveria acabar com a linha morreu muita coisa junto com a linha e uma parte da historia de araruama

    ResponderExcluir
  2. Meu sogro comprou recentemente a fazenda onde está localizada a estação, então conheço bem o local pra dizer que a primeira fotografia é uma montagem grotesca e acho que não deveria figurar como se fosse uma fotografia autentica de 1940.

    ResponderExcluir