quarta-feira, 15 de março de 1989

DR. HERMES PEREIRA FERRO - médico (*1905 †1997)


DR. HERMES PEREIRA FERRO, nasceu em 15 de março de 1905, em São Francisco de Paula, município de Trajano de Moraes Filho de JOSÉ PEREIRA FERRO e AMÉLIA RIBEIRO FERRO. JOSÉ PEREIRA FERRO, seu pai foi o nono prefeito do município de Trajano de Moraes de no período de 1936 a 1937. Hermes Ferro, ingressou em 1925 na Faculdade de Medicina da Universidade do Rio de Janeiro – UERJ. Graduando-se em 1931. Inicialmente clinicou no bairro da Tijuca, no Rio de Janeiro. A chamado de seu pai, foi para Trajano de Moraes, onde permaneceu pouco tempo, mudando-se para Santa Maria Madalena, onde prosseguiu exercendo sua profissão durante aproximadamente um ano. Depois estabeleceu-se em São Sebastião do Alto em 1933. Inicialmente a pedido de um doente. Ao chegar em São Sebastião do Alto constatou que o município não tinha médico, decidindo então fixar residência. Desprovido de ambições pessoais, dedicou-se ao atendimento da população necessitada, não medindo esforços para percorrer as mais inóspitas regiões da zona rural, para atender seus pacientes. Este espírito humanitário granjeou-lhe logo uma grande simpatia da população altense. Em 24 de outubro de 1941, o Dr. Hermes Ferro casou-se com MARIA AMÉLIA DAFLON (1921-1988), pertencente a uma das mais tradicionais famílias altenses. Era filha de JOÃO BATISTA DAFLON e PERGENTINA TAVARES DAFLON, neta do coronel FIRMO DAFLON (1873-1959), grande fazendeiro e chefe político em São Sebastião do Alto e posteriormente em Santa Maria Madalena e bisneta do Coronel JOÃO LUIZ DAFLON (1845-1921), de grande projeção na região. Prematuramente falecida, D. Maria Amélia firmou no município um paradigma de solidariedade e dedicação à função de primeira dama , coadjuvando com o marido em suas inúmeras obras em benefício dos menos favorecidos. De seu casamento nasceram quatro filhos. A história de São Sebastião do Alto se confunde com a biografia do Dr. Hermes Ferro, que nos últimos 50 anos foi marcada pela sua liderança. De 1945 a 1988, foi prefeito do município de São Sebastião do Alto pois seis vezes. A sua condição de médico, deu-lhe inicialmente o requisito essencial a conquista desta hegemonia eleitoral: o contato permanente com a população altense. Porém, seus atributos intelectuais, seu agudo senso ético e seu espírito cívico elevado, projetaram-no a uma posição privilegiada dentro da municipalidade fluminense. A modéstia zelosamente cultivada a a veneração arraigada à terra altanense, impediram-no de lançar-se à carreira política e pública em âmbito estadual, embora não lhe faltassem convites e apelos. Foram muitas realizações do Dr. Hermes em suas seis gestões como prefeito de São Sebastião do Alto. Entre as principais, podemos citar: Campanha pela manutenção da autonomia do Município em 1943, quando seu 1° distrito ficou ameaçado ao de Cordeiro e seu 2° distrito (Valão do Barro), ao de Itaocara. Com vitória total. Criação do Horto Florestal do município numa área de 13 alqueires adquirida em 1966, quando era Secretário de Agricultura e Dr. FRANCISCO EUGÊNIO FREIRE DE MORAES, no governo do Marechal PAULO FRANCISCO TORRES. Foram cultivadas mudas de seringueira, cacaueiro e cafeeiro, entre outras, e foi criado um jardim clonal para melhorar ao máximo, o padrão do seringal. Instalação de força e luz em São Sebastião do Alto, em Valão do Barro, Ipituna e na zona rural do município, nos primeiro, segundo e terceiro distritos. Instalação de rede telefônica em toda a zona rural e nas sedes dos distritos. Construção do prédio e criação da agência postal e telegráfica de São Sebastião do Alto. Criação e construção do Ginásio Altanense, do qual foi seu primeiro diretor. Construção da Escola Rural na sede do distrito de Ipituna, hoje Grupo Escolar. Construção do Parque de Exposições Agropecuária em Valão do Barro com o nome de Álvaro Romualdo de Oliveira. Participação na construção da Cooperativa e da sede da EMATER em Valão do Barro. Construção da sede da Associação de Pequenos Produtores Rurais de Guarani, no segundo distrito. Instalação do sistema DDD no município. Participação na metade do custo de um trator agrícola para a Associação Rural de Pequenos Produtores Rurais de Guarani. Implantação do SUDS (Sistema Unificado Descentralizado de Saúde), no município e a criação do Posto de Emergência Médica permanente em sua sexta gestão. Apoio para a construção da Sede da Associação Rural dos Moradores das Nascentes do Córrego dos Índios em terreno doado por AMÉLIA DAFLON VEIRA e para aquisição de um trator com carroceria custeada pelo Projeto PA Rural e pela Prefeitura Municipal de São Sebastião do Alto, sob a direção do Dr. ALCINEU DAFLON FERRO e de FIRMO DAFLON DOS SANTOS.
Chefe do executivo do município de São Sebastião do Alto.Interventor Federal em 03 de abril de 1945.
Prefeito Municipal em 03 de outubro de 1947.
Prefeito Municipal em 22 de janeiro de 1955.
Prefeito Municipal em 08 de outubro de 1962.
Prefeito Municipal em 23 de novembro de 1972.
Prefeito Municipal em 15 de novembro de 1982.
____________________________________________________________________________
Foto fornecida por: Centro Cultural São Sebastião do Alto
Fonte de pesquisa: Porteira Aberta - Informativo da EMATER-RIO Região Serrana
Pesquisa elaborada por: Ronaldo Montechiare
Data da biografia: sexta-feira, 12 de março de 2007

Projeto Pró-Memória Trajano de Moraes

Nenhum comentário:

Postar um comentário